O que é Ansiedade?

A ansiedade é um problema muito comum hoje em dia. É considerada um estado mental que todo mundo passa.  Apesar de ser uma emoção comum, caracterizada como uma leve apreensão antes de qualquer grande evento ou interação, a ansiedade quando muito forte é considerada doença. O Transtorno de Ansiedade se caracteriza principalmente como preocupação e medo extremo, podendo causar sintomas físicos.

Desenho de uma mulher deitada com insônia

No estado de ansiedade é comum a mente fantasiar situações e estados negativos, podendo gerar pânico e fobia. A ansiedade é considerada um estado normal, essencial para a sobrevivência pois deixa o corpo em estado de alerta para qualquer perigo. Pode ser classificada como parte do sistema cerebral de defesa, liberando hormônios que provocam uma atividade acelerada do corpo e da mente. A atividade acelerada do corpo e da mente eram essenciais para a sobrevivência em situações de perigo para os nossos ancestrais. Hoje em dia essa atividade acelerada pode desencadear Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG), Síndrome do Pânico, Transtorno Obsessivo-Compulsivo (TOC), Transtorno de Estresse Pós Traumático e Fobias.

Sintomas de Ansiedade

Além dos sintomas conhecidos como apreensão e medo, os sintomas da ansiedade são diversos. Mesmo tendo vários tipos de transtornos os sintomas são basicamente os mesmos. Os sintomas da ansiedade podem ser psicológicos ou físicos. Dependendo do transtorno é possível apresentar tanto os sintomas físicos como os psicológicos, prejudicando o dia-a-dia. Para um diagnóstico correto é necessário consultar um psicólogo e um psiquiatra.

Sintomas Psicológicos

  • Tensão constante ou nervosismo;
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer;
  • Medo constante;
  • Problemas de concentração;
  • Pensamentos descontrolados;
  • Preocupação excessiva;
  • Insônia;
  • Irritação;
  • Agitação.

Os sintomas psicológicos prejudicam a rotina diária porém podem ser tratados com psicoterapia.

Sintomas Físicos

  • Dor no peito;
  • Aumento na frequência cardíaca;
  • Suor excessivo;
  • Tremores;
  • Sensação de fraqueza e cansaço;
  • Mãos e pés frios ou suados;
  • Tensão muscular;
  • Náuseas;
  • Dor de barriga.

Os sintomas físicos podem ser tratados com psicoterapia, mas dependendo do caso é necessário a consulta com um médico psiquiatra para um diagnóstico efetivo e o tratamento apropriado. Nunca se medique sem consultar um especialista antes. Os remédios para este tipo de doença afetam diretamente o sistema nervoso, podendo prejudicar mais ainda o quadro de ansiedade.

Desenho de uma mulher pensando

O que fazer durante uma Crise?

Uma das primeiras sensações de uma crise de ansiedade é a respiração acelerada e os pensamentos acelerados. O medo extremo chega em seguida. Logo se torna pânico e as mãos começam a suar. O que fazer?

Bem, o mais indicado é tentar controlar a respiração. Respirar fundo e devagar durante uma crise de ansiedade fará com que o oxigênio circule melhor pelo seu corpo e produzirá um efeito calmante. É importante prestar atenção no ambiente, focar em coisas reais. Isso ajuda a retardar os pensamentos acelerados. Como efeito o pânico também cessará. Procure prestar atenção em cinco barulhos diferentes, preste atenção na temperatura do ambiente e sinta o cheiro. Procurar focalizar em coisas externas à crise de ansiedade ajuda a controlar.

Se isso não ajudar, faça um chá para ansiedade e segure com as duas mãos a xícara quente. Sinta o calor, sinta o cheiro do chá e se concentre. Lembre-se que a concentração é uma das principais formas de aliviar a crise de ansiedade. Se quiser pode tomar um banho com água fria, prestando atenção nos fatores externos do ambiente também. O nome dessa técnica de tentar focar no ambiente externo aos pensamentos é distração cognitiva.

Desenho de uma mulher, na cabeça quadrados coloridos referenciando a confusão mental causada pela ansiedade

Ansiedade pode Matar?

Dependendo do caso a ansiedade pode evoluir para um caso de depressão resultando em pensamentos associados à morte. É necessário buscar um tratamento desde a aparição dos primeiros sintomas, para que seja devidamente tratada e controlada.

Crise de Ansiedade na Gravidez

A ansiedade na gravidez é muito comum. A expectativa de esperar um bebe pode gerar muita preocupação e por fim se tornar ansiedade. A ansiedade pode causar descontrole de pensamentos e piorar o estresse da mulher grávida, gerando conflitos psicológicos. É indicado a psicoterapia durante a gravidez justamente para evitar que o estresse prejudique o bebê. A ansiedade na gravidez pode ter como consequência um maior ganho de peso, facilitado pelos hormônios da gravidez e pelo hormônio associado ao estresse, o cortisol.

As opções para aliviar a ansiedade na gravidez são:

  • Psicoterapia – ajuda a ter controle emocional durante a gravidez e a perder o medo da maternidade;
  • Exercícios físicos – consulte seu médico para saber qual é o mais indicado para o seu caso. A prática de exercícios físicos durante a gravidez é benéfica, a liberação de endorfina também beneficia o bebê. Além disso, o exercício físico ajuda na qualidade de vida da gestante antes e depois do parto;
  • Dieta apropriada – uma dieta sem cafeína e sacarose (açúcar presente nos doces industrializados) diminui a ansiedade. Se o desejo por doces for muito, procure substituir por frutas. O açúcar presente nas frutas é uma opção mais saudável;
  • Cursos de gestante – pode parecer bobo, mas esses cursos ajudam a perder o medo da maternidade. Ajudam a gestante a ter controle emocional e ensina como proceder antes e depois do parto, aliviando a ansiedade e a preocupação da gravidez.

 

Fontes:

https://www.redalyc.org/html/287/28770205/

https://www.uniad.org.br/images/stories/publicacoes/ensino/aulas/Transtornos%20de%20ansiedade.pdf

http://repositorio.ufpa.br/jspui/bitstream/2011/1921/1/Dissertacao_ConceitoAnsiedadeAnalise.pdf