Insônia: o que fazer?

Ter dificuldades para dormir a noite pode causar diversos problemas nas atividades diárias do indivíduo, principalmente para aquele que sofre com insônia. Falta de concentração, cansaço, sono diurno, ansiedade, depressão, estresse e outras doenças podem se transformar em consequência desse distúrbio.

Embora seja muito comum, a insônia é extremamente perigosa, pois se trata de uma condição silenciosa e perigosa, que pode trazer várias complicações de saúde. Por isso, é importante que certos hábitos do sono sejam adotados como prevenção e tratamento para o problema, antes que ele se torne mais sério e cause mais prejuízos para as funções do corpo.

Sintomas da Insônia

A insônia é caracterizada pela dificuldade em adormecer ou permanecer dormindo, fazendo o indivíduo acordar diversas vezes à noite, por conta de pesadelos ou falta de sono. Além disso, outros sintomas podem indicar a presença do distúrbio, como:

  • Dificuldade para adormecer à noite;
  • Acordar no meio da noite;
  • Acordar muito cedo;
  • Não se sentir descansado depois de uma noite de sono;
  • Cansaço, sono e indisposição durante o dia;
  • Irritabilidade;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Problemas para se concentrar;
  • Perda de memória;
  • Falta de atenção;
  • Dores de cabeça localizadas.

O que causa Insônia?

homem estressado com o computador

Muitos fatores estão relacionados as causas da insônia, sendo o estresse diário um dos principais entre eles. As complicações do ambiente agitado em que as pessoas vivem atualmente são extremamente prejudiciais para a saúde das mesmas. O estresse no trabalho ou nos estudos, assim como situações de preocupação extrema com relacionamentos e questões financeiras podem desencadear os problemas para dormir à noite. Além disso, transtornos de saúde mental, como depressão, ansiedade e transtorno de estresse pós-traumático, também indicam a insônia como um dos seus sintomas.

Pessoas com idade avançada estão nos fatores de risco, pois apresentam mais complicações de saúde que impossibilitam uma boa noite de sono. As mulheres também podem sofrer com o problema, pois passam por muitas alterações hormonais, na TPM, gravidez e menopausa, que podem resultar insônia em algum momento.

Insônia: O que Fazer para Dormir?

mulher dormindo

Apenas um médico pode identificar a verdadeira causa da insônia, apresentando um diagnóstico e tratamento específico para ela. No entanto, como a insônia é um problema que pode ser causado por hábitos simples, algumas dicas podem ajudar no relaxamento e descanso à noite.

Alimentação

A insônia pode ser causada por alimentos muito fortes, que causam azia e refluxo à noite, principalmente em grávidas. Para evitar esses problemas, o indicado é realizar refeições mais leves após as 18:00, evitando alimentos açucarados e gordurosos, como o chocolate ao leite. Além disso, não se deve beber café, energético, refrigerante e álcool à noite, pois essas bebidas têm poder estimulante e permanecem no organismo por até 6 horas após seu consumo.

Antes de dormir, procure beber um leite morno ou um chazinho natural de plantas com propriedades calmantes, como a camomila e valeriana. Essas bebidas vão ajudar no relaxamento e na indução do sono, garantindo de sono mais tranquilas.

Aparelhos Eletrônicos

A maioria das pessoas passa muito tempo assistindo TV, usando o Smartphone ou o computador à noite, resultando na falta de sono na hora de dormir. Para garantir noites de descanso melhores, procure não usar esses aparelhos eletrônicos antes de dormir, pois os mesmos emitem uma luz que prejudica a produção de melatonina, hormônio responsável pelo sono.

Exercícios Físicos

A prática de exercícios físicos é extremamente saudável e importante para diversos fatores da vida humana, e dormir melhor à noite é um deles. Atividades físicas regulares, como caminhada, corrida ou até mesmo uma simples volta de bicicleta pode ajudar a relaxar a mente, combatendo a ansiedade e deixando o corpo mais cansado para recarregar suas energias à noite.

Atividades antes de Dormir

Embora alguns estudos mostrem que atividades muito estimulantes à noite não estejam diretamente ligadas a insônia, a melhor forma de combatê-la é indicando ao seu corpo que você se preparando para descansar. Antes de dormir, procure ler um livro físico ou escutar uma música calma e, se preferir, tome um banho morno. Essas atividades vão ajudar seu corpo a relaxar, podendo aliviar também os efeitos da ansiedade.

Local para Dormir

Muitas pessoas que sofrem com insônia podem não perceber que o problema pode ser causado pelo ambiente em que descansam. O corpo precisa de um local confortável, onde possa relaxar para alcançar os estágios mais profundos do sono sem interrupções. Portanto, procure dormir em um lugar silencioso e com pouca iluminação. Além de combater a insônia, esse hábito ajuda também no alívio de crises de enxaqueca.

Quando deitar na Cama

De acordo com a Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC), uma das melhores formas de tratamento para insônia, a pessoa só deve usar a cama para dormir ou para o sexo, evitando ler, assistir filmes ou fazer qualquer outra atividade no local. Além disso, a pessoa só pode deitar na cama quando realmente estiver pronta para dormir, sem tentar forçar o sono.

Sibutramina dá Insônia?

imagem de comprimidos de fita métrica

A sibutramina é uma substância usada no tratamento de obesidade, que pode causar insônia como um dos seus efeitos colaterais. Muitas discussões geraram em volta do assunto em meados de 2011, mas em 2013 a Anvisa aprovou a continuação do remédio para casos de sobrepeso, sendo indicado apenas com prescrição médica.

O uso de sibutramina pode causar boca seca e intestino preso, mas outros efeitos colaterais, como insônia e dores de cabeça, duram apenas nos primeiros dias de uso na maioria dos casos.

Fontes: 

http://www.revistaneurociencias.com.br/edicoes/2005/RN%2013%2004/Pages%20from%20RN%2013%2004-3.pdf

http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbp/v22n1/v22n1a09.pdf