Transtorno de Ansiedade

O que é ansiedade? É essencialmente o medo de algo que ainda não aconteceu. Medo de provas, de contas, lugares. Medo de algo que vai acontecer no futuro. A diferença entre ansiedade e medo é que a ansiedade é o medo de algo não real, que pode ser um evento futuro ou uma situação criada pela nossa cabeça, enquanto que o medo tem como característica um fator real.  A ansiedade tem a ver com o sistema de alerta do corpo frente a uma ameaça, um perigo incerto que é próximo.

Transtorno de Ansiedade Generalizada

O transtorno de ansiedade generalizada (TAG) é um problema comum. Não se tem certeza quais são as causas, mas há evidências de que a constante cobrança pela produtividade contínua é um dos grandes fatores. Outra razão para a ansiedade além do estresse é o desequilíbrio nas substâncias neurotransmissoras. Há outros motivos para uma pessoa desenvolver TAG e podem ser menopausa, abusos psicológicos, abusos físicos ou até mesmo condições crônicas de saúde, como câncer.

O sintoma principal do transtorno de ansiedade generalizada é a preocupação constante com eventos que podem ou não acontecer. Essa preocupação gera uma tensão e um estresse que a pessoa portadora desta doença simplesmente não consegue se livrar. Mesmo que a pessoa tenha plena consciência de que sua preocupação não tem motivo aparente, para ela pode ser extremamente difícil relaxar e se livrar dos sintomas.

Ilustração de uma mulher apática com transtorno de ansiedade

O transtorno de ansiedade generalizada alguns sintomas fáceis de reconhecer. São eles:

  • Preocupação constante;
  • Irritabilidade;
  • Cansaço físico e mental ao acordar;
  • Exaustão constante;
  • Alteração no sono.

É possível apresentar alguns sintomas físicos como tensão musculardores de estômago gastrite.

Transtorno de Ansiedade Generalizada: Depoimentos…

“Como qualquer outra história de alguém ansioso, é tudo muito familiar. Você se pressiona para ser bom nas coisas e acaba criando grandes expectativas sobre si mesmo. Junto com essas expectativas surge um medo irracional de eu não ser quem eu acho que sou. Eu sei que sou bom, mas a ansiedade faz eu acreditar que não. Alguns erros do passado me fazem acreditar que eu sou ruim em tudo, mesmo eu sabendo que não. É isso que é a ansiedade, é saber que sou bom e acreditar que sou ruim ao mesmo tempo. Eu tenho tratado com psicoterapia para tentar recuperar a minha autoconfiança, mas eu sei que é um caminho longo. É como aquela música dos Beatles “Help”, eu nunca fui assim até entrar para a faculdade. De repente é uma enxurrada de responsabilidades e eu já não sei mais o que fazer, eu só sinto medo disso tudo e me sinto muito mal”. – Esse depoimento é de um estudante de 23 anos do curso de Física bacharelado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O estudante não quis ser identificado.

A publicitária de 26 anos, Daniela de Souza conta como foi e como é sua vivência com o transtorno de ansiedade generalizada, confira:

” Eu sempre fui uma boa aluna desde a época do colégio, sempre estudei bastante. Eu ficava meio nervosa antes das provas, mesmo estudando, mas isso nunca me atrapalhou. Eu também sempre fui um pouco tímida antes de falar em público ou encontrar pessoas, mas isso nunca realmente me atrapalhou. De um tempo pra cá, desde que me formei em Publicidade na Universidade de São Paulo isso mudou muito. Eu consegui um emprego bom em uma agência e desde então comecei a me sentir muito exausta. Eu acordo no meio da noite pensando em coisas que eu tenho que resolver e não consigo mais dormir direito. Eu começo a criar preocupação na minha cabeça que eu sei que não são reais. Eu sempre tento fazer o meu trabalho o melhor possível, mas a ansiedade não está deixando eu produzir como produzia antes. Eu me sinto muito estressada com isso e qualquer coisa parece me irritar. Agora eu sinto medo de ir pro trabalho. Eu não sei como melhorar isso.”

Tratamentos pra Transtorno de Ansiedade

Há vários tratamentos para o transtorno de ansiedade. Eles são eficazes e ajudam muito no sofrimento. É de escolha da pessoa diagnosticada tratar a sua ansiedade com remédio ou não. O tratamento para a ansiedade é simples e o primeiro passo é a pessoa aceitar ajuda.

Tratamento sem Remédios

Uma mudança no estilo de vida pode melhorar os sintomas da ansiedade. Um dos melhores remédios para a ansiedade é o exercício físico. Durante o exercício o corpo libera o estresse e toda a carga de coisas ruins que a ansiedade causa. A liberação de endorfina é a solução que o próprio corpo nos dá e o exercício físico é o melhor meio para conseguir isto. É importante encontrar alguma atividade que seja prazerosa de fazer.

Podemos incluir no tratamento prático para o transtorno de ansiedade é a meditação. A meditação é um exercício de concentração. Basicamente é o oposto da ansiedade e melhora consideravelmente a saúde mental. Enquanto que a ansiedade é o medo de um futuro que não é real, a meditação é a prática de voltar a atenção e a consciência plena para o momento atual. É um exercício interior e mental que ajuda a controlar a maioria dos sintomas da ansiedade.

Ilustração de uma mulher meditando

 

Outra dica para a mudança no estilo de vida é manter um diário. Apesar de parecer bobo, o diário ajuda a controlar os pensamentos desenfreados e a melhorar o controle emocional. A partir disto você começa a colocar os pensamentos negativos para fora e a se preocupar menos.

A parte mais importante do tratamento do transtorno de ansiedade é a busca pela terapia. O profissional da psicologia saberá como guiar o paciente para descobrir e principalmente, desconstruir o motivo da ansiedade. Às vezes é recomendado a busca pela psicoterapia junto com um médico psiquiatra, mas apenas em casos mais extremos.

Tratamento com Medicamento

O tratamento com medicamento deve ser indicado por um médico psiquiatra. Apenas o médico poderá diagnosticar o seu transtorno de ansiedade e indicar o tratamento mais adequado. Lembre-se: o psicólogo nunca deve indicar medicamentos. Evite a automedicação, o medicamento recomendado para tratar transtornos psíquicos podem trazer efeitos colaterais, a não ser que este seja totalmente natural.

Transtorno de Ansiedade Social

O transtorno de ansiedade social é um transtorno negligenciado. Ansiedade social é um caso de desconforto e nervosismo em situações sociais, ou seja, que envolvem interações entre duas ou mais pessoas. Esse desconforto é associado ao medo de causas situações embaraçosas em público que possam causar má-impressão ou julgamentos negativos. Em casos mais severos a ansiedade social pode evoluir para uma fobia. Um dos sintomas mais comuns é o medo extremo de falar em público, que pode desencadear outros sintomas físicos.

Desenho de uma mulher nervosa por ser entrevistada

 

Fontes:

https://lume.ufrgs.br/handle/10183/147064

https://lume.ufrgs.br/handle/10183/98798

https://lume.ufrgs.br/handle/10183/774