Tratamentos para Insônia

A insônia é um distúrbio caracterizado pela dificuldade em adormecer ou permanecer dormindo durante a noite. Embora seja bastante comum, a maioria das pessoas não busca um tratamento adequado para o problema, o que pode acabar afetando diretamente na vida do indivíduo.

Um distúrbio do sono quando não tratado pode causar diversas complicações no cotidiano da pessoa, como indisposição, cansaço, estresse, alterações de humor, dificuldade para concentração, sono diurno, além de poder desenvolver transtornos emocionais mais sérios, como depressão e ansiedade. A maioria dessas consequências também pode influenciar nos problemas noturnos, uma vez que o estresse diário, por exemplo, é o principal motivo pelo qual o indivíduo não consegue pegar no sono à noite.

Tipos de Insônia

mulher com insônia

Embora a insônia seja caracterizada pela falta de sono à noite, ela pode ser classificada de acordo com a sua duração e causa.

Classificação Relacionada a Duração

Transiente – Esse tipo de insônia dura apenas alguns dias, podendo chegar até 3 semanas;

Crônica – A insônia crônica é caracterizada pela falta de sono por mais de 3 semanas;

Intermitente -A insônia intermitente é aquela que surge de tempos em tempos.

Classificação Relacionada a Causa

Primária – Quando há dificuldades para adormecer sem ter uma causa aparente;

Secundária – A insônia secundária é geralmente causada por um transtorno mental, como depressão e ansiedade, ou pelo uso de algum medicamento ou efeito colateral de alguma droga.

Causas da Insônia

mulher sentada na cama

Muitos fatores podem levar ao aparecimento de problemas noturnos. A insônia é um dos principais distúrbios do sono, que afeta cerca de 73% da população brasileira, segundo pesquisas. As principais causas estão relacionadas a situações do dia a dia, que provocam sensações de estresse e ansiedade, impedindo um bom descanso à noite.

As principais causas da insônia são:

  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Depressão;
  • Doenças;
  • Medicamentos;
  • Alimentação à noite;
  • Alterações hormonais.

Sintomas da Insônia

  • Dificuldade para adormecer à noite;
  • Acordar no meio da noite;
  • Acordar muito cedo;
  • Não se sentir descansado depois de uma noite de sono;
  • Cansaço, sono e indisposição durante o dia;
  • Irritabilidade;
  • Depressão;
  • Ansiedade;
  • Problemas para se concentrar;
  • Perda de memória;
  • Falta de atenção;
  • Dores de cabeça localizadas.

Diagnóstico de Insônia

mulher consultando médico

Se a insônia estiver prejudicando seu desempenho diário, no trabalho ou nos estudos, procure um médico para identificar a causa do problema e tratá-lo adequadamente.

Os profissionais que podem diagnosticar a insônia são:

  • Neurologista;
  • Clínico geral;
  • Médico do sono (Medicina do sono);
  • Psiquiatra.

O diagnóstico é dado através de uma série de perguntas que serão feitas ao paciente em relação aos problemas com o sono, para identificar as características do distúrbio. Nesse caso, o paciente provavelmente precisará montar um diário do sono durante um tempo e depois apresentá-lo ao médico. Além disso, alguns exames físicos podem ser realizados para ver se o problema está sendo causado devido a uma outra condição ou doença e, ocasionalmente, um exame de sangue é feito.

Tratamento para Insônia

mulher dormindo

Após o diagnóstico de insônia, o médico irá indicar um tratamento específico de acordo com sua causa. Na maioria das vezes, a insônia é influenciada por fatores emocionais, como o estresse diário, ou por maus hábitos do sono. Por esse motivo, a terapia deve ser feita através de certos cuidados no dia a dia e na hora de dormir.

Higiene do sono é o nome dado aos hábitos saudáveis que devem ser adotados não só por quem procura tratar a insônia, mas também por quem quer preveni-la. Os principais são:

  • Dormir em um local silencioso e com pouca iluminação;
  • Procurar dormir e acordar sempre nos mesmos horários;
  • Evitar consumir bebidas estimulantes, como cafeínas, álcool e refrigerantes, à noite;
  • Consumir chás com propriedades calmantes, como o de camomila e erva-cidreira;
  • Ir para cama apenas quando estiver com vontade de dormir, sem forçar o sono;
  • Não usar aparelhos eletrônicos, como Smartphone e TV, antes de dormir;
  • Não comer frituras, alimentos açucarados ou muito temperados à noite;
  • Realizar uma refeição leve, em pouca quantidade à noite;
  • Não deitar com fome.

Técnicas de relaxamento também podem ser úteis no tratamento de insônia. As principais incluem yoga, meditação, tai chi chuan, massagens, aromoterapia e cromoterapia.

Em último caso, o médico pode recomendar o uso de medicamentos que ajudam a induzir o sono. Os principais remédios para tratamento de insônia são:

  • Cloxazolam;
  • Diazepam;
  • Dormonid;
  • Frontal;
  • Maracugina Composta;
  • Midazolam.

É importante ressaltar que apenas um profissional pode indicar o uso desses medicamentos, pois os mesmos podem apresentar contra-indicações e efeitos colaterais.

Tratamento para Insônia e Ansiedade

A insônia tem como principais causas a ansiedade. Pessoas muito ansiosas têm a mente ativa durante a noite, pois não conseguem parar de pensar em seus problemas diários. Por isso, especialistas indicam o uso de um bloco de notas como terapia antes de dormir. Nele, a pessoa anota todos seus pensamentos, lista de atividades e preocupações, esvaziando a mente.

Nesse caso, beber chás calmantes e relaxantes antes de dormir também pode ser uma boa opção para o tratamento. Os melhores chás para prevenir a insônia e ansiedade durante a noite são os de camomila e tília, camomila com erva-cidreira e erva-doce com melissa, castanhas e mel.

Fontes:

http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbp/v22n1/v22n1a09.pdf